Destaques
Campeão Indiscutível

Campeão Indiscutível

Uma das maiores vantagens de um campeonato por pontos corridos é que o vencedor costuma ser indiscutível. A exceção, quando ocorrer, é mais por alguma ...

Veja mais

Quando o 100% Não é o Bastante

Quando o 100% Não é o Bastante

O futebol muda muito rapidamente em vários aspectos. Nenhuma fase boa dura para sempre, e nem um mau momento é eterno. Portanto, de modo geral, ...

Veja mais

Internacional na Libertadores 2006

Internacional na Libertadores 2006

É inegável que os colorados estão tendo um 2016 triste e frustrante. O Internacional vem colecionando derrotas e recordes negativos. Lutar contra o rebaixamento é ...

Veja mais

O STJD e um alerta para alguns clubes

O STJD e um alerta para alguns clubes

O futebol brasileiro roda, roda, roda e continua cometendo os mesmos erros de sempre. Chega a ser cansativo! Mas novamente temos o STJD entrando em ...

Veja mais

Curtinhas do Mundo da Bola

Curtinhas do Mundo da Bola

A coluna de hoje vai ser no estilo curtinhas. E começo pela seleção brasileira. O Tite consegui 4 vitórias nos primeiros jogos e o Brasil ...

Veja mais

Fim de Uma Era

Fim de Uma Era

Depois de 22 anos o jornalista José Trajano foi demitido da ESPN Brasil na última semana. Após ser diretor do canal e responsável pela formação ...

Veja mais

Posts Tagged ‘transmissão da TV’

PostHeaderIcon Proposta Real

Aos poucos, com uma notícia aqui e outra ali, ficamos sabendo mais detalhes sobre a proposta da Turner (Esporte Interativo), pelos direitos do Brasileirão em TV fechada, a partir de 2019. Os valores podem alcançar 600 milhões, caso todos os clubes aceitem. E a divisão terá um percentual fixo e outro variável, dependendo do resultado técnico e da audiência; muita mais justa que a feita pela Globo, especialmente no PPV. Além de não exigir jogos no tenebroso horário das “depois da novelas” horas.

O ponto nebuloso é saber quais jogos farão parte deste acordo. Atualmente a TV aberta (Globo), escolhe os jogos de maior audiência nas quartas e domingos. Mas como diferentes jogos são exibidos em várias praças, 2 ou 3 partidas ficam reservadas. E a Band exibe uma destas partidas, quase sempre de um clube paulista. O segundo lote vai pro Pay Per View, uns 6 ou 7 jogos. E o Sportv acaba com a sobra, uns 3 jogos por rodada. É isso que o Esporte Interativo pretende comprar? Ou vai abocanhar mais jogos, tirando alguns do PPV?

Resta saber se todos os clubes vão aceitar a proposta. No momento ela é mais vantajosa pros clubes menores. E é bem provável que a Globo, em negociações individuais, seduza algum grande que estiver reticente, com um aumento na cota. É praticamente impossível que ela perca os direitos em TV fechada passivamente. Pode até ocorrer um racha, com alguns clubes acertando com a Turner e outros com a Globosat.

Minha maior dúvida é sobre este valor oferecido pela Turner (EI). Até 2019 pode ocorrer muita coisa. Começando pela presença do Esporte Interativo em todas as distribuidoras. Mas, hoje, é um valor bem alto e que não teria retorno garantido. Talvez possa ser considerado uma grande campanha de marketing da Turner; algo por volta de 150 milhões de dólares. É muito dinheiro, mas a Turner aguenta pagar a conta.

Mas o principal ponto positivo da proposta é abrir uma discussão sobre os direitos do Brasileirão. Pode não dar em nada, mas a proposta é real.
ei maxx
* * * * *

Aproveitando a pauta… Já escrevi muita coisa sobre o Esporte Interativo, desde os tempos do Tevezona. Critiquei várias coisas que entendia serem erradas. Também critiquei algumas decisões da Turner, logo após comprar o canal. Não retiro nenhuma das críticas.

Mas, agora, vejo que a Turner mudou sua postura. Tanto que fez um acordo com a Claro e a Net, ainda que longe do ideal. Entendo que cada lado tinha interesses opostos. Mas um acordo ruim é melhor que acordo nenhum. Pena que a Turner demorou 1 ano para perceber isso.

Outra mudança perceptível foi na estrutura dos canais Esporte Interativo. Melhorou a estrutura e o conteúdo. Temos menos brincadeiras e mais esporte. Temos menos hashtags e mais repórteres. Menos fotos de musas e mais comentários. E, principalmente, mais jogos. Sei que o canal tá bem longe do ideal. Aliás, todos os canais esportivos estão longe do desejável. Mas acho importante ressaltar o progresso do EI. Criticar não é só apontar o que está ruim, mas também o que está melhorando.

EI, estou de olho!

Share Button

PostHeaderIcon Involução Brasileira

Tenho impressão que estou vendo uma Copa diferente. No primeiro jogo foi a questão da arbitragem. Mas o Felipão e os jogadores insistiram que houve o pênalti. No jogo com o México eles disseram que o time evoluiu. Mas não vi evolução alguma. Ao contrário, alguns jogadores tiveram rendimento inferior. Só a defesa foi mais segura. Só que isso ocorreu em função do México raramente entrar na área, preferindo os chutes longos.
thiago silva cartão
Não estou dizendo que o Brasil fez uma partida péssima. Só não foi bem. Se a gente considerar os melhores do Brasil no jogo, Luiz Gustavo e Thiago Silva, já dá pra entender parte do que aconteceu. No México o melhor foi o goleiro Ochoa, o que explica a outra parte da partida. Mas, se fosse fazer um Balanço Geral (ops!!), diria que o México foi levemente superior. Mas pouco agudo.

Os destaques negativos foram os centroavantes. O do México pouco fez. E os dois 9 brasileiros… Pífios! Acho que só a mulherada vibra com o Fred; mas não é pelo futebol. Já o Jô… Dá Dó!

Agora temos Camarões; e acho que o Brasil passa. Mas com dificuldade. O perigo é perder alguns jogadores pras Oitavas. Os 2 melhores da seleção, Neymar e Thiago, quase foram expulsos nos primeiros jogos. Se fossem… Se forem…

* * * * *

Não entendo o torcedor brasileiro. Tinha gente reclamando do goleiro mexicano fechar o gol. Ora, ele tá lá pra isso mesmo. Mas o povo fica esperando que o goleiro seja frangueiro, que o zagueiro falhe todo minuto, que o meia deles seja um pereba, que o 9 fure a bola… Já foi o tempo. Não tem mais bobo no futebol. Quer dizer, ainda tem; mas foi contratado pelo Botafogo. (hehehehe)
goleiro ochoa méxico
* * * * *

Agora a Copa na TV. Sou do tempo em que a Globo ficou marcada pela qualidade de seus profissionais. Podia-se criticar muita coisa da emissora, mas a técnica e o pessoal eram de primeira. Hoje o esporte da Globo está dominado por gente cuja única qualificação é ter jogado bola. Ou por alguns peixinhos. Então não adianta reclamar muito do Alex Escobar, do Ronaldo ou do Roberto Carlos. Mas eu reclamo, Só Pra Contrariar (ops!!²)

* * * * *

TV Fechada. O Sportv quis fazer um programa papo cabeça sobre futebol, o Extra Ordinários. Só vi os Ordinários, falando um monte de abobrinhas sem sentido. É um programa sobre o nada, um culto ao niilismo. Hubert, assim não dá, assim não pode! Nota 0!

Também tem o Madruga Sportv, com uma galera mais gente boa. Mas eles entendem mais de música e judô que de futebol. Teve um dia em que foram mostrar o aplicativo de futebol do canal. Uma das tabelas exibia as finalizações certas, 4 pra alguns jogadores. Aí um deles se espantou: “4? Mas o Van Persie e o Neymar só fizeram 2 gols, tem algo errado.” Então a “voz do além” soprou no ponto: “Finalização certa é aquela que vai no gol.” E por aí vão, uma patinada a cada 27 minutos.

Na Fox Sports não consigo assistir as transmissões chatinhas. Mas o debate que o Falcão apresenta de noite, focado na parte tática e técnica tá bem interessante. E o Falcão está bem na função de apresentador. Mas é uma exceção, não a regra.

Dependendo da partida, tipo na Argentina X Bósnia, dá pra botar na Fox Sports 2 e ouvir o Paulo Bonfá e sua senhora, Marília “do Dirceu” Ruiz. É um show de horror, mas é totalmente excelente.

No Esporte Interativo temos uma super Copa, a Copa no Videogame. Isso mesmo, a Copa comendo solta e eles no suntuoso estúdio de 2×2 jogando videogame. Igual esses garotos de condomínio que nunca jogaram bola, mas fazem mil gols no PS4.

Legal mesmo foi ver o Leonardo Baran num link via Skype, direto da Gran… Direto do apartamento dele. Agora sim!

Pra fechar a coluna vou pegar um gancho num comentário do Renan, onde ele reclamou de que muitos demonizam a FIFA. Bem, acho que ela faz por onde. Mas tenho que ser justo, a sua produção de programas, vídeos, aberturas e vinhetas é coisa de cinema. O Tironi (da ESPN) falou sobre isso e eu concordo. Leva nota 10!

Share Button

PostHeaderIcon Fazendo o Assinante de Bobo

Pelo tempo que tenho de vida e pelo tempo que assisto a programas e eventos esportivos variados, acho que posso ver quando estou sendo ludibriado, ou como se diz popularmente, passado para trás. Não que eu quisesse assistir intensamente o jogo entre Lazio x Juventus pelo Campeonato Italiano nesse sábado (25/1), ainda mais com a equipe de transmissão do canal FOX Sports, pela qual tenho sérias restrições; além do mais possuo a RAI italiana em meu pacote e pude assistir a partida, mas me chamou negativamente a atenção a atitude do “canal raposa” como diz o Marco, de jogar a partida para o seu novo canal (FOX Sports 2) como clara forma de pressão para que as principais operadoras de TV por assinatura coloquem o canal em suas grades, prejudicando assim milhares de pessoas que gostariam de ver a partida.foxsports1

Atitude semelhante será tomada na próxima quarta (28/1) quando o jogo do Atlético/PR na Libertadores será exibido apenas neste novo canal, sendo que o do Botafogo será mostrado no canal principal e também no Sportv. Ou seja, quem é torcedor do time paranaense e mora fora do Paraná e ainda não possui o FS2 será prejudicado. Entendo, como já disse em outro TEXTO o modo “capitalista selvagem” que as operadoras e os canais agem, sempre conforme os seus interesses. Mas fico pasmo como em quase tudo aqui no Brasil, o consumidor final invariavelmente é o prejudicado em praticamente todas as situações, desde uma simples compra em um supermercado que aumenta seus preços na surdina até chegarmos no competitivo mundo da TV. Se a FOX Sports quer pressionar as operadoras, porque não faz isso utilizando os seus próprios meios, sem prejudicar quem apenas quer assistir a algum evento importante?

*****

Para ser sincero até estranhei que a FOX não estava usando da mesma estratégia de guerrilha (e chatice) que está sendo feita pelo Esporte Interativo na questão do EI Nordeste. Nem vou falar tanto da aura de “coitadinho” que o canal quer se colocar. É um canal que se diz democrático mas aceita que a Claro TV coloque seu canal sobre o futebol nordestino cobrando um valor a mais por algo que, em muitos momentos, pode ser visto no EI “original”. E fiz questão de escrever “canal de futebol nordestino”, pois pelo que é mostrado por lá dá a impressão que quem mora por lá só sabe praticar futebol. Até agora não vi nada de outros esportes no canal.

Mas mesmo com todo o confete que é jogado pela equipe do canal “meio aberto/meio fechado”, a Copa do Nordeste não é essa super competição toda que querem vender. A maioria dos jogos é disputada mais ou menos com o mesmo público que se consegue nos estaduais. Como já foi dito aqui pelo Marco não foi feita uma pré-temporada decente para o início da competição, ou seja, foi apenas trocado o nome do problema de calendário. Até acho que a Copa do Nordeste pode ser um bom torneio, adequado a um calendário reformado, mas hoje isso ainda não existe e não há motivo para tanta bajulação em causa própria. Além disso ao ver um pouco das transmissões deste fim de semana achei que se tratava de uma transmissão de leilão; era um tal de promoção pra lá, promoção pra cá, jabás, patrocínios…Deveriam maneirar nesse número extenso de paradas e se concentrar na competição em si.

*****

A ESPN propagandeia menos o seu ESPN + e as versões em HD dos seus canais originais. Coloca alguns eventos apenas no canal +, mas é mais discreta nesse sentido. O que porém não tem sido nada discreto por lá é o exagerado tom “engraçadinho” em várias reportagens, VTs de várias matérias com “curiosidades” e nas insuportáveis “versões além dos eventos” feitas pelo Mendel Bydlowsky.

Agora chegamos ao ponto do Bate Bola (em uma de suas várias versões, a da noite) ter sempre espaço para uma pergunta com tom de ironia sobre algum assunto. Na última sexta usaram uma declaração de amor feita por um jogador do Comercial de Ribeirão Preto para saber quem você quer que volte para o seu time. E com isso dá-lhe piadinhas por parte do Alê Oliveira, o humorista-comentarista de plantão do canal. Nessa fico com a resposta de Eduardo Marciano, um seguidor da emissora pelo twitter: “saudade dos tempos em que a espn brasil fazia jornalismo. o bb2 (na verdade é o BB3) está pior do que o globo esporte #voltapramim”

Share Button

PostHeaderIcon Chega de transmissões irritantes!

Cada vez está mais chato e difícil ver futebol na televisão. As transmissões, na grande maioria das vezes, se dividem entre as regionalistas e as ufanistas. As regionalistas são aquelas em que claramente existe uma torcida ou preferência por algum time ou estado. Normalmente sempre lembramos das transmissões da Globo ou da Bandeirantes, sendo uma para São Paulo e outra para o Rio de Janeiro. São feitas para agradar quem reside nesses locais. Mas não penso que elas existem apenas pelo “eixo Rio-SP”. Se as televisões fossem sediadas em Manaus e Belém, muitos reclamariam de termos o “eixo Amazonas-Pará”. Ou seja, o problema não é de localidade, e sim econômico. Tem mais espaço quem tem mais dinheiro. canais-transmissão-bolaparada

As transmissões ufanistas não “respeitam” localidade, o que vale é o Brasil-il-il! , acima de qualquer coisa. Não respeitam a inteligência de quem está assistindo e tentam empurrar garganta abaixo das pessoas que apenas os brasileirinhos lutam, são sofridos e, quando não ganham, na maioria das vezes, são porque foram prejudicados por alguém.

Mas nos últimos tempos, pelo menos para mim, nada tem me irritado mais do que uma mania incrivelmente irritante que todas as TVs tem teimado em fazer: tentar ganhar uns pontinhos a mais de ibope e, além disso, concorrer com a internet e achar que o torcedor de um time, enquanto vê o jogo de sua equipe, está louco para saber do jogo do adversário ou de outra equipe qualquer. É um tal de “bolinha na tela”, “tem gol” e outras expressões que fazem com que aconteça um corte na transmissão do jogo principal, para que tenhamos de suportar várias interrupções muito chatas. foxsports1

Só que nessa quinta (26/9) o FOX Sports (que normalmente já tem transmissões bem chatas, mas vou me aprofundar nisso em outra ocasião…) se superou nessa imbecilidade de tentar agradar a gregos e troianos e só conseguir desagradar a todos. Ainda não aconteceu a estreia do Fox Sports 2, mas o grupo FOX normalmente abre espaço no canal de filmes FX para a transmissão de algum jogo simultâneo. Pois bem, os “jênios” da emissora não colocaram o jogo Nacional de Medelín x Bahia como opção para a transmissão no FX, deixando os torcedores do Tricolor baiano sem a chance de ver o jogo do seu time ao vivo. Para piorar a situação, encheu a transmissão do jogo entre São Paulo x Universidad Católica, com imagens do jogo da Colômbia, atrapalhando quem queria ver a partida do time de Muricy Ramalho. Poucas vezes vi uma decisão tão idiota como essa.

Deixo um recado para as TVs (todas que transmitem futebol): QUEM TORCE DE VERDADE PARA UM TIME, QUER VER O JOGO DO SEU TIME! No intervalo, depois do jogo, tudo bem informar os outros resultados, mas interromper uma transmissão DURANTE a partida por tantas vezes, é algo que só prejudica quem quer ver o jogo principal e não ajuda quem quer ver a outra partida, pois quem torce mesmo, não fica esperando “bolinha na tela” ou migalhas de algumas imagens para saber o que está acontecendo. Não pensem numa audiência burra, pensem em fazer a melhor transmissão possível para um jogo apenas, já está mais do que suficiente.

Share Button

  • Enquete

    • Qual clube corre mais risco de rebaixamento?

      Veja Resultados

      Loading ... Loading ...