PostHeaderIcon Informação e Sonegação



Com o passar do tempo e mais experiência na vida, deixamos de ser muitas vezes iludidos e vemos algumas coisas mais claramente. Por exemplo, o que se convenciona chamar de jornalismo nem sempre é algo que noticia aquilo que é mais relevante ou mais desejado pela maioria. Quando faz isso não é necessariamente por interesse público ou interesse DO público (o que é bem diferente) e sim por razões meramente comerciais.

Causou bastante repercussão a decisão da Globo em praticamente ignorar a partida de despedida de Rogério Ceni no São Paulo, disputada na última sexta. O assunto foi praticamente sonegado tanto da emissora aberta, quanto do seu canal fechado (Sportv) e do seus sites na internet. O tema só voltou à pauta depois da realização do jogo-despedida, que foi transmitido com exclusividade pela FOX Sports, numa cobertura ostensiva durante todo o dia. No fim das contas, penso que os dois lados estão um pouco certos e um pouco errados. canais-transmissão-bolaparada

A FOX, por não ter tantos eventos paralelos ao futebol, supervaloriza os torneios que transmite (Libertadores e Sul-Americana principalmente). É algo compreensível, mas que pode causar uma certa repulsa de quem quer ver outras coisas, o que possivelmente ocorreu para quem NÃO queria assistir ao jogo de despedida do são-paulino. A cobertura foi bem completa, mas pendeu um pouco a um certo exagero, como por exemplo colocar o famigerado selo “AGORA-EXCLUSIVO” na tela a todo momento durante a partida. Ora, se estou vendo o jogo teoricamente já sei que está sendo exibido apenas lá! Mais do que tentar ressaltar essa exclusividade a todo momento, seria melhor se preocuparem mais em qualificar o canal como um todo, tanto na parte técnica, quanto na contratação de bons profissionais.

No caso da Globo/Sportv até compreendo o fato de não querer falar tanto de algo que não será transmitido por eles; mas daí a sonegar algo de quem assiste a sua programação eu não considero certo. Não é só a Globo que faz isso, sabemos bem. Mas também sabemos que tudo que o canal líder de audiência faz tem uma repercussão maior. O pior é que, ao mesmo tempo em que pouco falou da despedida de um jogador de futebol tão relevante à história do esporte no país, o canal continua a tentar “empurrar” o campeonato automobilístico de Stock Car, que é tecnicamente discutível e que não tem a mesma relevância para a maioria das pessoas. Isso sem falar do UFC, que virou moda por aqui recentemente muito pelo sucesso de alguns brasileiros em algumas categorias.

O hoje apresentador de “entretenimento” Tiago Leifert, que ficou com a pecha de ter infantilizado o jornalismo esportivo (até um pouco injusta, já que não foi apenas ele que deu esse tom engraçadinho à cobertura esportiva) deu uma ENTREVISTA certa vez falando que existem os tais direitos de transmissão e que ele não iria noticiar algo que a Globo não transmite. Não defendo uma “pauta única” em todos os canais, seja qual for o assunto, mas penso que a divulgação da informação deveria ser mais valorizada e não apenas usada como moeda comercial para quem detém os direitos sobre determinado evento. Acho que o que é de interesse DO público não é sempre garantia de qualidade, mas algo relevante e que atrai de fato a atenção deve ser mais bem relatado.

*****

star wars espn bola paradaPorém fica meio complicado querer algo mais próximo do que chamamos de JORNALISMO de fato em nossas TVs esportivas se temos exemplos que vão completamente ao lado oposto disso. Ainda estou para entender qual a relação (além da comercial é claro) da ESPN tentar colocar a toda hora alguma coisa relacionada ao filme Star Wars (Guerra nas Estrelas) no meio da programação. É vinheta, inserções no meio de programas ditos (olha aí!) jornalísticos, inclusive com participações constrangedoras dos participantes das atrações. Tudo bem a Disney ser parceira do projeto, existem muitos “fãs do esporte” que são fãs do “videogame cinematográfico” que terá outra edição sendo lançada recentemente, mas não vejo nenhuma necessidade dessa forçada de barra tão exagerada.

*****

globo olimpíadas 2 bola paradaA Globo renovou os direitos de transmissão das Olimpíadas até a edição de 2032. Não é novidade isso e mostra que, mesmo com erros, é talvez a única emissora com real interesse (e condição financeira claro) em fazer um trabalho mais constante na cobertura olímpica. Ainda que não dê o espaço correto e necessário em TV aberta, ao menos no Sportv existe um acompanhamento um pouco mais detalhado. Mas o fundamental é que a “emissora do esporte olímpico no Brasil” nem chegou perto de obter ou mesmo querer tamanho privilégio. Talvez agora o esporte na Record se concentre nas provas da Fazenda…

*****

Sobre o Rogério Ceni já fiz um post sobre ele a dois anos atrás, depois de uma atuação espetacular contra o Universidad Católica do Chile. Acho que ele continua valendo. Veja AQUI.

Share Button

4 Respostas para “Informação e Sonegação”

  • Marco disse:

    #exclusivo #sóaqui #nãomudedecanal #porfavor #lánãotem

    Pronto, facilitei o trabalho das emissoras com eventos esportivos.

    Depois a gente chama a ESPN de Disney Esportes e alguns acham que estamos pegando no pé.

  • Alexandre Rodrigues Alves disse:

    Outra coisa recente bem irritante é a mania de usar as tais # (“réchitéguis”) com só um time: é um tal de #barçanaespn ou #realnofoxsports que ainda desvaloriza o jogo em si e tenta apenas fazer valer a fama dos times mais conhecidos. Além do que essa forçada de barra de tentar atrair as pessoas pelo twitter, medindo a audiência e não a qualidade, não me desce.

    Nada contra falar do filme em intervalos comerciais ou se quiser até mesmo em programas não tão jornalísticos. Mas inserir, quase que “sem querer”, alguma coisa do filme no meio de programas como Sportscenter beira o patético.

  • Fernando Clemente disse:

    Eu não entendi uma coisa: pq vender a transmissão de um amistoso,um jogo de despedida pra um canal exclusivo?? Sinceramente,isso agregou o que ao jogo? Não era bem melhor ter deixado todos os canais transmitirem a partida????

    P.S: e se eu dizer que nunca vi na vida um filme de Star Wars,Star Trek e essas milhares coisas de “nerds” que existem? E vou continuar não vendo nada,tô muito bem assim…

  • Alexandre Rodrigues Alves disse:

    Fernando eu me lembro das despedidas do Zico e do Roberto Dinamite. As duas foram em dias de semana e só a Bandeirantes as exibiu, em época que não existia ainda TV paga. Talvez o fato de não ser em um sábado ou domingo afastou um pouco canais abertos. Mas fundamentalmente o SP deve ter vendido o jogo para a FOX por um bom valor financeiro, até necessário ao clube nesse momento, e não se importou em ceder essa exclusividade.

    Também sou um pouco leigo nessas coisas de Star Wars, Senhor dos Anéis, essas sequências de filmes que, ainda que possuam qualidades, são pensadas para render algo além financeiramente falando.


  • Enquete

    • Qual clube corre mais risco de rebaixamento?

      Veja Resultados

      Loading ... Loading ...